Menu casamento, como não errar



Casar não é uma tarefa fácil, a gente já sabe disso. Uma festa tem muitos detalhes e cada um deles é de fundamental importância, mas planejar uma festa pode (e deve) ser uma experiência deliciosa, principalmente porque uma festa concentra uma das melhores experiências humanas: a comida. O menu do casamento pode ser uma festa ou um fisco a parte de todo o evento.

Para não errar, basta um pouquinho de consideração com você, o noivo, as famílias e os convidados e tudo sairá perfeitamente. Via de regra, não importa muito se você vai realizar um café da manhã, um almoço, um jantar ou um rodízio de finger food. A maneira de servir ou de expor a comida são detalhes estéticos importantes, mas aqui vamos falar de paladar.

O que realmente importa é ter opções que agradem a todos os gostos e para essa combinação, vale aceitar a sugestão dos especialistas do buffet, é claro, mas se você (e seu noivo) conhecem os seus convidados, você nem vão esquentar muito a cabeça na hora de preparar o menu do casamento, pelo contrário, existem grandes possibilidades de que esta seja uma grande e deliciosa diversão pré-evento.

Considere o paladar dos seus convidados

Digamos que toda sua família é ou tem raízes nordestinas, pais, tias e tios acostumados a uma comida trivial bem temperada, sem frescura e muito bem servida. Não faz sentido então, servir apenas uma massinha ou os já consagrados filé ao molho madeira e frango grelhado. Existem opções baratas de menus de casamento que fazem a alegria da família; converse com o pessoal do buffet sobre o paladar dos convidados.

As origens podem dar grandes pistas sobre as preferências. Mesmo assim, é fundamental ter opções variadas, afinal, não é porque a raiz é nordestina que todos gostam de queijo coalho e cuscuz, nem porque é japonesa que come sushi ou porque é americana que só vai comer hambúrguer. Brinque com as possibilidades e considere as porções menores e mais variadas; melhor comer um pouquinho do que se ama e sair falando bem, que comer muito do que não se gosta e sair falando mal.

Considere restrições alimentares conhecidas

Você sabe que tem um primo intolerante a lactose ou uma tia que não pode comer glúten? Pergunte sobre as opções de menu para pessoas com restrições e informe as restrições de suas pessoas. Peça ajuda na hora de escolher o menu inclusivo. Essas pessoas ficarão muito felizes por saber que suas particularidades foram lembradas e consideradas, principalmente se elas puderem opinar sobre os pratos que preferem.

Considere veganos e vegetarianos

Toda família e todo grupo de amigos sempre tem um vegetariano, um vegano ou pelo menos alguém que está tentando virar um. Ter opções veg é sempre uma carta na manga, mesmo que seja um tiro no escuro, a possibilidade de você acertar alguém, é muito grande, então vale considerar. Atualmente a maioria dos buffets oferecem pelo menos algumas opções vegetarianas e veganas como componentes do menu de casamento básico. Pergunte.

Tenha uma cópia do menu do casamento por mesa

Parece bobeira, mas é muito bom deixar que seus convidados já saibam pelo o que podem esperar a partir do momento em que a comida começar a ser servida. Assim também as pessoas com restrições e preferências específicas ficam cientes de que vocês pensaram nelas e escolheram algo que elas possam desfrutar também. Fazendo tudo isso não tenha dúvidas de que todos os seus convidados sairão falando que comeram bem e comeram algo de que gostaram muito. Vale a pena esse capricho!